Decepções

Decepções

Joanna de Ângelis

O ingrato é Espírito sedutor, porém, destituído de sentimentos, dentre os quais o da gratidão se destaca como se fora um lírio em pútrido chavascal.

A ingratidão é uma ferida que assinala o seu possuidor de maneira singular. Por mais disfarce o seu estado íntimo, sempre exala o odor da enfermidade moral que o consome.

Tudo no Universo faz parte de uma sinfonia harmônica e a ingratidão é uma nota dissonante que chama a atenção.

Por essa razão, as virtudes classicamente estabelecidas formulam como excelentes do comportamento espiritual a fé, a esperança e a caridade.

Na caridade ressalta o valor da gratidão à Vida como o recurso valioso de edificação moral para a purificação do ser.

O ingrato, porém, sempre evoca a caridade dos outros para com ele, sem dar-se conta da legitimidade do ato recíproco.

Por mais lhe seja oferecido, sempre se pressupõe portador de mais crédito para receber em abundância. E quando isso não ocorre faz-se perverso acusador de quem o abençoava com a bondade, permitindo-se vitimar-se.

Prolifera na sociedade contemporânea o número de vitimistas, aqueles que sempre se consideram injustiçados.

É natural que isso aconteça e aumente de forma equivalente ao número dos decepcionados.

Ocorre, porém, a decepção, o desencanto em razão de esperar-se do outro uma retribuição pelo menos conforme a oferenda.

Quando a doação se enquadra nos valores do beneficiado não se padece a ingratidão do soberbo, porque a gentileza, a generosidade e o amor devem ser condutas naturais e não recursos de trocas, mesmo que afetivas.

A arte de doar é tão complexa como a de receber.

Uma e outra devem ser resultados de sentimentos fraternos sem interesse de recompensa.

Doação é uma conquista moral que expressa desprendimento e amor, No primeiro caso, demonstra ausência de apego às coisas transitórias e valorização da outra pessoa, que vai envolvida não apenas pelo que se lhe doa, mas também, pelas vibrações de ternura e afetividade.

Não estando a oferta revestida desses conteúdos morais, transforma-se em manifestação social sem respeito nem consideração. Eis porque o grande valor da oferenda deve ultrapassar o custo, a importância gasta com a lembrança, mais o conteúdo de beleza interna e significado,

Não te sintas desprezado porque alguém te impôs o desencanto em relação à sua pessoa e gentileza oferecida.

O que fizeste por ele, o amigo, deve ter-te proporcionado alegria, em face do que ofertaste.

É nesse sentido que se afirma: a dádiva sempre é maior para quem a oferta.

Permanece sem mágoa para que essa atitude não se pareça com uma cobrança afetiva renegada.

***

Respiras gratuitamente o ar que mantém a tua existência e, sejas grato ou revel, nada te é cobrado.

Na enfermidade necessitas de ar e este é pago a alto preço e ainda ficas feliz por ter-te restituído a saúde…

O Sol abençoa a vida com raios caloríferos e outros, consumindo-se, enquanto sustenta as existências na Terra. No entanto, para manter-te necessitas da vitamina D que te oferece gratuitamente.

As lições de generosidade para contigo multiplicam-se inumeráveis, e nem sequer te dás conta do alto significado de cada uma dessas sublimes concessões.

Olha em derredor quantas bênçãos te envolvem nas lutas e sem reclamações socorrem-te em sua misericórdia em nome de Deus.

Toda a Natureza é adaptada às tuas condições, enquanto também são elaborados recursos para que vivas em paz, em solidariedade e ação de fraternidade.

…E assim por diante!

Existir é mover-se, sentir, viver todos os atributos que são proporcionados. Entretanto, o receber e o doar são elementos essenciais para que possas bem viver. A formiga trabalha, o verme faculta aeração do solo e incontáveis formas de sustentação dos seres antes de alcançarem a Humanidade…

No ser humano, em razão da inteligência e da razão, de igual maneira são exigidas bênçãos em permuta de outras com finalidades definidas.

Nunca, pois, te permitas decepcionar pela conduta de alguém em relação aos teus sentimentos.

Compreende que cada ser respira a psicosfera que lhe é própria e estagia onde lhe permitem as aspirações.

Sempre recebes conforme ofereces. Tudo no Universo é dependente de fatores que escapam à percepção menos profunda.

Há um intercâmbio de partículas em constante movimentação, graças às quais são possíveis as realidades detectadas.

Provavelmente já passaste por esta fase ou nela ainda te encontras em razão da tua sensibilidade exigente.

Ninguém é totalmente independente pelo simples fato de o querer, e quando pensa que o é ignora a fase de desenvolvimento e não é capaz de perceber.

Decepciona-te contigo mesmo quando não puderes cumprir uma tarefa ou meta com que te comprometeste ou por não haveres atingido o patamar que estabeleceste.

Mesmo assim, de imediato sai do túnel do desencanto e enfrenta a pradaria das oportunidades à tua espera.

Não te encontras a serviço do Amor do Mestre para permutar benefícios, senão para servir com alegria e paciência, cabendo-te a tarefa de sempre ajudar, de tal forma que o caminho seja um reflorescer de bênçãos que esconderão os empecilhos desafiadores da realização.

Renasceste para recuperar o tempo mal aplicado no ontem e esta é a formosa ocasião de fazê-lo.

***

Não foram poucos aqueles que se decepcionaram com Jesus aprisionado quando estava no Horto das Oliveiras.

Inúmeros escarneceram-nO por não se haver defendido no Pretório, iniciando a revolução sanguinária que desejavam…

Ingratos que dEle receberam graças inimagináveis zombavam por deixar-se crucificar, enquanto desejavam-nO dominador e reizete…

Mesmo aqueles que conviveram ao Seu lado, abandonaram-nO.

Ele, no entanto, não se queixou, não discutiu com ninguém e, em silêncio, morreu…

…E voltou ao meio dos ingratos para ensinar-lhes redenção e vida gloriosa.

Joanna de Ângelis

Psicografia de Divaldo Pereira Franco, na sessão mediúnica da noite de 26 de maio de 2021, no Centro Espírita Caminho da Redenção, em Salvador, Bahia.

Esta entrada foi publicada em Artigos, Família, Sexualidade, Sociedade. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.